O que mais é importante saber?

Nossa mente é muita mais desatenta do que pensamos. Quando tentamos focar demais a atenção isto cansa a mente, pois ela não está treinada. Mindfulness é um treinamento atencional de forma relaxada, aberta e natural.

Esse estado de alerta relaxado pode ser treinado. Os níveis de consciência do estado de Mindfulness são  capazes de  dar atenção  aos pensamentos, emoções, bem como a percepção de estímulos sensoriais. Pode-se estar consciente de estímulos sem que eles estejam no centro das atenções. Na consciência, realidade e atenção estão interligados, sendo capazes de manter o foco por diferentes períodos de tempo.

Estados menos conscientes, as emoções podem ocorrer  sem que você as perceba, gerando um automatismo sentimental. As técnicas de Mindfulness  trazem o sujeito para o estado de observador consciente de suas próprias percepções e podem aumentar a habilidade de responder aos problemas (estados físicos e mentais problemáticos) com um leque maior de opções, ao invés de reagir a eles de forma automática e ineficaz.

São preceitos da Mindfulness:

  1. A intenção de realizar a prática
  2. A atenção, concentração, foco unidirecional. Sem atenção, sua vida perde o rumo e o sucesso não encontra seu lugar.
  3. A atitude no dia-a-dia, como resultado da prática. Somente com a ação é que conseguimos algo.

A mente se comporta como incessantes pensamentos, a exemplo de macacos loucos, pulando de galho em galho, pensamento a pensamento. A mente funciona de forma hipereacional, apegada ao padrão emocional, sem possibilidades de se libertar sozinha. Assim, é preciso treiná-la para adquirir novos padrões de atitude e consciência.

As práticas de Mindfulness estabilizam a mente, gerando mais clareza e lucidez nas decisões e pensamentos. Trocam-se milhares de focos (pensamentos incessantes) por alguns focos, a exemplo do toque do ar nas narinas, atenção ao som ambiente etc.

Com a mente instável é mais fácil de se produzir sofrimento, angústia, desequilíbrio, estresse e confusão. Com a mente treinada se é capaz de ser mais compassivo, inteligente emocionalmente e mais equilibrado.

Sabemos que, com a liberação de neurotransmissores, como a beta endorfina, que é um mediador químico cerebral produzido primariamente no hipotálamo, há a diminuição da dor, redução de sensações associadas ao medo, além de produção de euforia, comumente encontradas em atletas de alta performance em atividades de longa duração como corridas de longa distância.

Sabemos que, com a liberação de serotonina e dopamina, que são importantes na manutenção de um sono saudável e de qualidade, relacionados também com as sensações de prazer e felicidade.

Venha, conosco, conhecer mais sobre a mente e as práticas de Mindfulness.

Treinamentos em Mindfulness ativam regiões cerebrais responsáveis pelo foco, atenção e concentração, aumentando a capacidade estratégica de solucionar um problema. Essa área é chamada de córtex pré-frontal.

Assim, quando você aprender as técnicas de Mindfulness será capaz de fisologicamente treinar essa parte do cérebro, gerando um estado natural de maior contentamento e felicidade interior.

Estudos realizados demonstram que as pessoas mais felizes apresentam uma maior atividade em um determinado centro do hemisfério esquerdo do cérebro: o córtex pré-frontal esquerdo. Essa região do cérebro está claramente ligada a emoções e sentimentos positivos. O córtex pré-frontal direito, ao contrário, está relacionado a situações desagradáveis e sensações sofrimento emocional. Situações, pensamentos, atitudes e atividades capazes de produzir sentimentos de felicidade têm a propriedade de ativar o córtex pré-frontal esquerdo. Quando mais intensa e longamente essa região é estimulada, maior se torna o seu nível de atividade e, consequentemente, maior se torna a capacidade da pessoa em sentir e usufruir felicidade. Em outras palavras, a estimulação torna os neurônios treinados em produzir estados de felicidade.

Os estudos mais atuais evidenciam que quando estamos meditando essa região do córtex pré-frontal esquerda é ativada primariamente, mostrando que se treinarmos meditação constantemente essa região será ativada todas as vezes e analogamente a uma atividade física, podemos treinar a mente a estar nesse estado constantemente, gerando, assim, um estado natural e constante de felicidade.

Nosso convite continua de pé!